Videos

Loading...

Jiu Jitsu Ac. Cripaul (Equipe Tubarão - GFTeam) Instrutor Rafael Lanzillotti

O jiu-jitsu é a arte marcial mais antiga, perfeita, completa e eficiente de Defesa Pessoal. Sua origem apesar de contraditória é atribuída a China depois Índia, Japão e Brasil, onde se desenvolveu, aprimorou e tornou-se o centro mundial desta preciosa arte.

origem CBJJ

Total de visualizações de página

05 abril 2009

TREINAMENTO - Jiu Jitsu e a bola suiça


O procedimento, hoje muito praticado em educação física, de deslocar movimentos específicos entre modalidades esportivas, pode ser descrito como uma operação de ritornelo. Também chamado de estribilho, o ritornelo é um termo da música que expressa ação de retorno, como o refrão. Não pode ser confundido com imitação de gestos, visto que “os mesmos movimentos se tornam diferentes”. Assim, por exemplo, surgem a hidroginástica, os exercícios com elásticos, o “Overball”, cordas, “tensores de potencialização”, surf na cama elástica, etc., e também a “Ginástica Natural”, que programa devires animais.


Nesse sentido, é novidade a prática de Contato Constante, um conjunto de ritornelos de jiu-jitsu com bola suíça, elaborados pelo Sensei Humberto Silveira, que proporcionam intensa movimentação de desenvolvimento das posições recorrentes na luta. O método é dividido a princípio em cinco grupos (“passagens”, “joelhos”, “pegadas de costas”, “deslocamentos de quadril” e “giros de quadril”), somando mais de trinta movimentos com a bola suíça, muito usada nas aulas de pilates e sessões de fisioterapia. Essas séries estimulam uma movimentação sem “pegada”, mas há também um grupo de exercícios com bola e elástico que forçam justamente a “pegada” em mais de trinta sequências. E ainda sobra um leque de equilíbrios. Essa nova modalidade permite variar em um mesmo movimento o exercício localizado e o amplo. A instabilidade da bola, acionando dispositivos mecanorreceptores pelo agenciamento de propriocepção do corpo em superfícies de equilíbrios metaestáveis e desequilíbrios funcionais, aumenta a intensidade dos movimentos e o número de grupos musculares atingidos pelos exercícios, notadamente pernas, abdômen, ombros e costas, potencializando a concentração, a leveza, o tônus, a técnica, a flexibilidade, a força, a firmeza e o equilíbrio. Outra notável vantagem do Contato Constante é propiciar ao atleta não se distanciar dos movimentos de sua modalidade específica (jiu-jitsu) quando da preparação cardio-respiratória, que normalmente envolve atividades extras sem estimular o grupamento muscular solicitado de modo muito preciso no esporte de combate.


Por isso, embora composta de exercícios específicos do jiu-jitsu, essa inovadora modalidade de ginástica pode ser praticada por quem não treina o esporte de combate, mas procura desde a lúdica alegria de se movimentar à plenitude de uma concentrada imobilidade. Contato Constante tende a se consolidar ainda mais se considerada a grande queixa do público contra as lutas “monótonas”, de pouca movimentação, pois o novo treinamento traz resultados rápidos e consistentes para iniciantes e graduados.


HUMBERTO SILVEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário